domingo, dezembro 31, 2006

ÚLTIMA HORA de 2006 –A MAIS FELIZ …


Não posso de deixar de registar a ultima da hora de 2006 , aquela em que recebi a mais extraordinária prenda , de todas acolhidas :-a única ,a singular ,a mais desejada e não esperada. Estranha volúpia de quem se contenta com bem pouco, e se vê, de um momento para o outro, empanzinado.

Foi-me entregue –disso fizeram questão ser hoje ainda , cheio de simbolismo – uma pré impressão ,definitiva, do «Ensaio» .

Olho especado para tamanha ousadia.

E inquieto-me …

Saio inquietado de 2006, mas plenamente reconfortado. Entro em 2007 inquieto mas

desafiado .

Vivo desses estados de espírito , como do ar que respiro.


Senos da Fonseca