terça-feira, setembro 27, 2005

ILHAVO DO MEU DESCONTENTAMENTO

MORRER EM ILHAVO É PIOR DO QUE AQUI VIVER



A reunião para que fui convidado no passado dia 23 ,onde a Comissão Administrativa do Illiabum focalizou as prioridades da sua acção ,serviu para eu confirmar o temor que, por demais do que uma vez, exprimi :Morrer em Ílhavo deve ser ainda pior que cá viver ,

Explico : qualquer tipo de intervenção nestes meios , feita claramente com o (único) intuito de clarificar e dar o meu testemunho, é de imediato consciencializada como uma critica ao poder instalado :e logo os mandatários do mesmo, afirmam o que eu não disse, mesmo estando presente. .

Ora se com a nossa presença têm a veleidade de deturpar , obrigando-nos a corrigir a aleivosia, o que não será quando aqui já não estivermos, para nos podermos defender.


Mas não há , para mim, outro processo de ser ou estar .Agora é levar a canga até ao fim , e acabar igual ,se tiver consciência até ao fim.


----------------------------------------------------------------------------------------------------------


SER INCRÉU


Ser incréu custa como um raio, agora que entramos na curva descendente da vida .Dou comigo a pensar, que se os que têm fé estivessem tão seguros da Ressureição, como eu estou de que tudo se acaba naquela hora ,sem passagem qualquer que seja, para nova retomada de jorna consciente, então dever-lhes- ia ser profundamente estúpido adiar a mesma .A questão é que os vejo –mesmo aos pregadores do que há-de vir!- com meduncho da gadanha, tanto ou mais do que eu ,o que me leva a pensar que acreditam tanto na outra vida como eu acredito em bruxas .
Mas lá que as HAY…HAY
Vamos é pedir perdão à vida por aquilo que ao longo dele fomos prometendo fazer ,e nunca fizemos.
Fui insaciável no modo como a desejei viver …e mesmo assim fiquei tão longe de a viver, de facto.
------------------------------------------------------------------------------------------------------

DESISTIR DE TUDO ,ATÉ DE SER


Olho perplexo para este desinteresse absoluto que graça nestas gentes de Ílhavo , pelo desenlace da próxima ida às urnas. Já todos de antemão sabem o resultado ;candidatos incluídos entendem que não vale a pena ir à luta ,nem que fosse por simples decoro.
É espantoso como perdemos todo o sentido cívico de lutar por aquilo que andámos a criticar quatro(oito!) anos e agora, chegada a hora do combate ,aos «quesitos» dissemos nada, e atirámos a toalha ao chão :-. Vencidos.
Em Ílhavo já não se vive : vegeta-se ;já nem ilusões temos que nos alimentem o quotidiano.
VAI SER A IMAGEM TERRIFICA DE UM ENTERRO COLECTIVO.


ALADINO

1 Comments:

Blogger J.p. said...

Text or Audio? Increasingly, It's Up to Us
While a lot of the attention around consumer generated content focuses on text , the spoken word is coming on stronger than ever.
I have a part time home jobs site/blog. It pretty much covers part time home jobs related stuff.

27 de setembro de 2005 às 00:45

 

Enviar um comentário

<< Home