quarta-feira, setembro 28, 2005

ARREMESSO DA TOALHA AO TAPETE NO 1º ROUND

É PROIBIDO OUSAR?



Esta ausência de élan para vencer ,esta aceitação pacifica ,exangue , de derrota antecipada ,mas , mais ainda , a ausência de ideias e de convicção, demonstradas pelo PS local, incomoda-me. Direi mesmo, irrita-me.

Eu já descortinava este estado de alma ; vi-o estampado nos momentos em que era preciso afirmação e onde apenas vi recuo ; vi-o ,claramente visto ,quando, podendo partir-se com antecipação, para uma luta igual, se deixou amortalhar a ambição, «borregando».

Constatei depois que todos, afinal ,são mesmo iguais. Eu tinha clara obrigação de o saber.
Mas tinha ainda uma réstea , (sei lá!) de esperança !. Ascendendo-se pelo cordão umblical do partido a coisas a que não ousámos , temos pelo menos obrigação (moral e cívica) de recuperar, o que testemunhámos e não ousámos desafiar.
Mas estes arremedos de políticos da nova vaga , sobem a uma tribuna e chega-lhes, para satisfação do ego, o subir dos degraus. Não passamos de total mediania.
Tenho por isso de aceitar que sempre me senti mal neste ambiente partidário , sombrio, desqualificador , desmotivador ,permitindo o acesso ,não pelas ideias ,mas pelo repentismo desmiolado ,demagógico e por vezes tonto ,exibido num oportunismo impúdico ,de braço no ar .

Metem-me medo , por isso, estes remedeios de políticos, a fingir que o são .Por isso não estranho o estado de alma que por aí medra :- Vermo-nos livres de uns ,para logo outros nos caírem em cima..Ao menos estes já sabemos como nos roiem.


Tenho por isso rebuço em lhes dar o voto no momento adequado. Não que o destine a outros. Longe da tal !...Serei coerente até ao fim ,ainda que isso me doía por vezes.
Mas se voto em boa fé, logo constatarei que me enganei ; quando deveria florescer a esperança, logo avança a desilusão.

E houve tempo em que tive a esperança de que o actual candidato - uma excelente figura humana - se soubesse libertar do imobilismo partidária ,e ousasse vencer. Mas parece-me, que não quis. Mais uma oportunidade perdida….

Serão mais quatro anos a aturar o corifeu. Que de contente deve estar a esfregar as mãos com este arremessar da toalha ao 1º round.

Confesso-me totalmente desiludido…

ALADINO