quinta-feira, dezembro 16, 2004

CUIDEM-SE....

O HIV-ME... anda por aí...


BRIOLANDA mãe das P.U.T.A.S. (não Vos escandalizeis , senhoras de rara virtude ,pois as questões são de pura semântica ; estamos a referir-nos ao Grupo Para Utentes de Trabalhos de Assistência Social, e não ao que sois levadas a pensar... ) mulher de muitos saberes e muitas e variadas virtudes ,conhecedora nestas coisas das novas pestilências , mo contou , de que eu fui ver para crer , e crente , em verdade Vos digo,

: - Que existe uma urbe , em tempos já idos uma “uilla de virtudes raras “ , transformada hoje em pântano de parvas vaidades :



Dela não sei já o nome... a memória me vai atraiçoando... , mas dela me lembro referirem ser, Terra de muitas e vãs pobrezas.
Melhor coisa eu houvesse feito, por quanto mais me não atormentaria, porque não é somente querendo que se apartam da nossa ideia estas visões terríveis , estes pensares , que outras nos acodem e por elas, peregrinos da “faladura” andamos neste mundo em alto risco, passando assim muito” aborridos” dias.

Foi de tal lugar que vi ser uma

Pobre Terra ,

Que está entregue a um arremedo de gavarro mal educado , portador de um projecto de subversão da identidade e valores de todo o passado, da dita.


Pobres (as suas) Associações Recreativas ,

Que desprezadas ,maltratadas ,insultadas ,vilipendiadas , são transformadas em pobres de pedir , estendendo o coto à esmola , mendigando a sua sobrevivência ; associações dignas , a quem é negada a liberdade de assumir uma atitude de decisão conforme sua consciência , por troca de atitudes de mero interesse de ocasião.

Pobres (as suas) Associações Culturais ,

Que esquecidas, inertes ,desvalidas , são ultrapassadas por um poder local que recria o vicio ,que elege a cultura pimba como identidade das suas preocupações ,que promove e dança no palco ao som do” Bacalhau q’er alho...”, num exorcismo patético de parvoíce e “saloice” mal contida, no frenesim da caça ao voto.

Pobres (as suas) Associações de Solidariedade Social
Que, ou se submetem ao clientelismo politico e vão, ano após ano, fazendo de conta que fazem ou hão-de fazer (ou lhe hão-de fazer) ,ou não se submetem e, nesse desiderato , são peroradas na praça publica , erguidos os seus dirigentes ao pelourinho para denuncia de perigosos desequilíbrios ,quando não , albardados de mentecaptos ,ou até , ataviados de pobres de espírito.


Pobres (os seus )Funcionários Autárquicos

Que arrebanhados , ultrajados ,fustigados na sua dignidade, liberdade e independência , são postergados para um acto aviltante de” pornografia” eleitoralista .


Pobres (os seus )Vereadores ,

Que rebaixados ao limite do execrável , lhes não é concedido direito , voz , expressão e ou muito menos opinião, que mudos e quedos assistem aos números patéticos de eloquência verborreica do palhaço ( esperto) do circo...que aplaudem babados.

Pobres (os seus) Representantes do Povo ,

Que ditos seus Deputados ,são espezinhados ,insultados , vilipendiados com infâmias –até na sua componente profissional – “chorreados” de tratos vis , os quais, por dever de compromisso , se vão sujeitando a uma pantomina do que deveria ser um fórum de relevante e profícua discussão das matérias do interesse geral


Pobres (os ) colegas de Oficio do referido gavarro
(camaradas presidentes) -,

Que passo a passo vão conhecendo nos diversos “encores” , as virtudes do tratante a quem « reconhecem o dom natural de criar inimizades » em tudo por onde passa e onde tem assento.


Foi-Lhe por isso averbado em primeira instância , no BI


PORTADOR de HIV-ME ( virose imune transmissível - má educação)

EVITAR CONTACTO



Como ainda se não criou preservativo (des)comunal cuidem-se


ALADINO ...



N I - Qualquer semelhança desta ficção com a realidade, não passa de pura

SEMÂNTICA

dix (M.S)

7 Comments:

Blogger avs said...

Pobre Ílhavo que vês alguns dos teus autointitulados filhos queridos reduzirem a sua voz ao protesto anónimo ...



vieira da silva

19 de dezembro de 2004 às 22:22

 
Blogger aladino said...

Meu caro VS:

OLHE QUE NÂO...OLHE QUE NÃO....

ALADINO

21 de dezembro de 2004 às 19:43

 
Blogger avs said...

Caro Eng. Senos da Fonseca:

... Confesso que nunca acreditei que fosse você que andava mascarado de génio (não fui o único, mas fui dos muito poucos). Habituei-me a vê-lo durante muitos anos a lutar à luz do dia de cara destapada e voz liberta. Ainda bem que decidiu regeressar... era uma pena continuar encoberto quando sempre se assumiu de corpo inteiro.

Um forte abraço do
vieira da silva

22 de dezembro de 2004 às 22:02

 
Blogger avs said...

No comentário anterior escrevi "regeressar" quando queria escrever,é claro, "regressar".

vieira da silva

22 de dezembro de 2004 às 22:53

 
Blogger serrano said...

Putas finas nao transforma a realidade,de Ilhavo no que toca a questoes de Luz

1 de setembro de 2011 às 12:55

 
Blogger serrano said...

Coitada da Cidade da Luz....Foise a lampada; Coutada :ninguen te rouba

1 de setembro de 2011 às 13:04

 
Blogger serrano said...

Ilhavo foise a lampada,o importante pervalece, refiro-me a mulheres .
Em tempos conheci uma que fazia mamadas melhor que as putas-
Estou certo que ainda continua no top ten.

terra de putas finas

24 de maio de 2012 às 22:59

 

Enviar um comentário

<< Home