quarta-feira, novembro 10, 2004

OS ANOS PASSAM ...E TUDO NA MESMA

Vai-se 2004......Chega ...2005



2004 está no fim : - deixa-nos sem razões substanciais para ser lembrado .Parte sem deixar grandes saudades e ou recordações.Na TERRA DA LAMPADA,nada mudou nada se transformou ; tudo como dantes.

2005 está a chegar e ,naturalmente, pretende informar-se junto do seu antecessor , sobre as realidades locais.

Imaginemos pois, uma conversa entre o ANO VELHO e o NOVO ANO ..


–Ainda bem que chegaste ; começava a estar farto deste pantano...diz o ano moribundo,

ao que o novo (ano ) replica :

- Mas isto é uma cidade , não entendo motivo á primeira vista para tanta desilusão ; os roteiros,pelo menos , assim o dizem . È certo que me vi aflito para cá chegar . E não fora a vista que se tem lá do céu de onde venho bastante, para detectar uma urbe parada no tempo , ter-me-ia sido díficil ,é facto , cá chegar pelas roteiros das estradas .Indicam a auto-estrada A17 ,mas entra-se nela e não se sai ; depois de tratos de polé , chega-se finalmente à via da cintura interna (?)pela qual pretendi dar a volta, para me identificar com a lonjura do burgo , e, afinal, esta ainda vai no adro..., apesar de vir já no catálogo das obras feitas. Dizem até, ser revolucionária...

- lá dizer ..dizem ,.. lá fazer não fazem ..Dizem ,mas estás a ver ,o burgo é uma cidade sem cidadãos .Uma cidade que até agora, dizem ,ser habitada por LOBISOMENS que andam a picar ....,noticia o ano velho com um significativo encolher de ombros.

-... com cultura rica , certamente, ...insiste 2005

- Cultura ?!.. só se for do penico ou do bacorote ; a história, a verdadeira , perdeu-se...

- Mas há certamente um BOSS? inquieta-se o ano novo ,mostrando-se interessado em desfazer o novelo.

- Lá haver.. há ,mas ele não governa ;reina ....Como os sinos ,está lá no alto. E daí não arreda pé...

- Mas de que vive esta Terra ?.. insiste quem está a chegar.

- Das jóias do passado, atira o ano velho ; das taxas e sobretaxas e das esmolas da CEE... E olha que tudo se vai, não há massas que os vede..
Cheios de dividas que nem odres ,atascados estamos , até ao pescoço ...Vão já na conta redonda dos 20milhões!!!.. Tudo “hipotecado” orgulho incluído .Tudo não ... menos o mercedes do Boss

- Se é como dizes porque é que “alimária politica não monta alimária de carga”?! em vez de mercedes . Lá no céu ,sendo o patrão tão rico , como sabes “dono de todas as riquezas e( pobrezas) deste mundo , só se anda em carro puxado por” burros alados”...O que até é bom para os ares lá do sitio...Lá em cima não há poluição.
-As leis aqui em baixo não são para o espírito, mas materiais .O que importa é usufruir ,os outros que se lixem
-Mau...mau ... venho para bom sitio ,não haja duvida..., diz 2005 franzindo o sobrolho com gravidade...

-Mas vamos ao que importa : as pessoas são felizes ,tu portaste-te bem com elas ?

- Olha , fiz o que pude . Isto está pela hora da morte. Aqui estamos no “mundo dos que são por mim e dos que são contra mim.Dos bons e dos maus;sem meio termo”. Os por mim entram no comboio dos empregos ; conseguem os favores dos deuses , alcançam dádivas ; imperam ; têm acesso aos melões . Os outros ...só ás sobras...ás migalhas
-Perdão ;desculpa lá ,mas há a Lei?,

-...à justa medida do cacique , dispara 2004.

- Mas há os vereadores ...

-...que estão de cócaras....atalha 2004

- E a Assembleia de Municipal, não serve para fiscalizar ..?
- enganas-te ;vais ver : -os deputados lá não falam ,não escrevem -assoam-se para disfarçar - e ,de vez em quando, levantam com enorme preguiça (embora pareçam solícitos) o braço ;o canhoto ou o dextro , tanto faz .Vence sempre o Boss.

- Mas a população consente neste estado de coisas?...interroga 2005

- A Terra da Lampada –já agora ficas a saber onde estás- é conhecida pelo laranjal á beira mar achapado .De tal modo que o traje dos « ilhavos» do antigamente vai ser mudado para uma tanga a cobrir o corpo ,e uma laranja na cabeça ; na mão uma saca de esmolas

- Então aqui não se repete aquele milagre do antigamente, de que já ouvi falar... “são rosas Senhor ?..”.

- Chiu, está calado que Te ouvem ...não vão julgar-te profeta da desgraça .Rosas aqui ,só para “ des- virgolar”...Tem cuidado que liberdade neste lamaçal é a liberdade de não se ser livre....

-Pronto se o dizes lá sabes...vamos então p’rá frente. Mas a Câmara Municipal ao menos vela pela cidade ?

-Sim, trata-lhe dos cães...

È certo que não a varre, mas isso é para não incomodar os cidadãos. Não a lava ,mas isso é para não constipar a populaça ; não lhe cuida dos passeios , mas tal é para aqueles sentirem a vertigem de navegar por entre montanhas e vales.Um passeio á montanha cá dentro de portas, é o lema da oferta .
Do alto do seu pedestal , a Câmara OS COMTEMPLA.... com carinho q.b...

-Mas certamente exerce esse zelo com bom senso ...?..

- Evita-o; porque tê-lo poderia parecer proximidade: exibi-lo poderia conduzir a abusos perigosos.

- E as Instituições Associativas não se movimentam, não criam centros cívicos ?...

- Ora , ora ...2005 , bem se vè que és ainda um ingénuo .As que rapam no fundo do tacho encontram restos que lhes parecem vitualhas ; as que não aceitam o remoalho ,são denunciadas como soberbos ; excluem-se ; insultadas ; postergadas. Içadas ao cadafalso.

-Mas então o que faz a População ?..:- não se revolta ,não se une ,não se indigna
-Olha ...nem isso .. devolve 2004 .Aqui o direito á indignação é abafado pelo direito á indiferença....

-Porra !!! – perdão que não fica bem na boca de um Ano que vai começar ,interjeições destetipo.
mas..

isto não é uma Terra ...é um lameiro pestilento,
onde nem “cólera” medra.


ALADINO