terça-feira, novembro 30, 2004

O PESADELO

ELE HÁ CADA SONHO....
A noite tinha sido interminável , de uma inquietude violenta ,pejada de sonhos delirantes ;pesadelos que vinham e logo iam , se renovavam a cada assombro obrigando-o a voltas e “tresvoltas” num amarfanhar grotesco dos lençóis..

A catilinária contida nas palavras duras do Chefão , daquele que nunca se engana e só raramente tem duvidas , palavras que tantas vezes fez suas, não era para menos. O Grande Chefe era alguém que já idolatrara ,que já servira ,de quem em circunstância alguma, como crente inundado da verdade , duvidara..

O chefe dissera : incompetentes da Política , rua.... e já...

Todo ele tremia. O suor , sim o suor ! - coisa que ele há muitos anos deixara de sentir, gotejava-lhe copiosamente pela cavernosa face . Será que estava englobado nessa perjurativa afirmação de quem nunca ,jamais, em tempo algum , se engana? Mas então ele que até se sentia um dos eleitos ,ele que até se intitulara profeta de novas eras ,poderia viver neste amargurado dilema ?.. ; político assumido, eleito, poderia ele ser considerado dos tais incompetentes?

Olhando o espelho não resistiu :

- espelho meu ,haverá alguém mais incompetente do que eu?

Escolhera a pergunta como um bom político que se preza ; a resposta, como nos referendos, dava sempre o resultado desejado .

- Espelho meu, se não negas , logo, afirmas... concluiu aliviado...

Lesto ,resoluto , como acontecia nos grandes dias, confortavelmente instalado no “seu “ mercedes, saiu acelerando tanto quanto a grandiosa AVENIDA del DUCE o permitia ; entrou de rompante no gabinete e, de imediato , sem esperar pelo JOTA de serviço ,decidido, convocou assessores , “acessoras” , edis ...todos.
Ia sujeitar-se a referendo : o resultado sabia-o de antemão, pois conhecia o que tinha dentro de portas. Que era nada. !..

Amigos –disse ,entrando na matéria- decidi delegar .
OHH..H!!! ouviu-se um surdo murmúrio de espanto entre a multidão inquieta ali reunida..
..e logo continuou..

- Deste anátema torpe e baixo que o agente do inimigo ,o limpador Aladino da Aldeia da Lampada, lança impiedosamente sobre mim ,vou ficar livre. Hoje, – e estendeu em gesto largo a esquálida mão -, livrar-me-ei de tudo quanto cheirar a incompetência. Decreto : - a incompetência para os incompetentes .Os processos, de hoje em diante, serão Vossos.

Foi um frenesim; um estendal ,uma balbúrdia .Espantado, aturdido, deu por si no centro de tal barafunda ; cada edi ,cada assessor, esfraldilhava o processo que chegada a hora lhe permitia –finalmente !- acesso à carne , em troco dos ossos que até ali lhe tinham sido atirados. O Gabinete ficou vazio .Só ele e a poltrona .Siderado ,pálido ,aturdido, angustiado ,olhava com ar patético para o vazio reinante .O sinal era claro: afinal tratavam-no como um igual Virando-se para a “acessora” mais próxima ,não se contendo soprou num desalentado murmúrio :TAMBÉM TU MINHA FILHA (?!), BRUTA.... ( na língua do vate as virgulas são muito traiçoeiras..)

Ah mas a vingança seria breve ;ele demonstraria a estes revoltados da CARAVELA ETRUSCA ,quanto era conhecido fora do seu reino; era verdade ,santos da casa não fazem milagres , é certo ,esta terra é madrasta ,mas ele sabia bem a quem deveria bater á porta.
Lépido agarra no telemóvel , digita... e espera nervoso ...pi..pi..pi.... está lá ? é do gabinete do nosso primeiro ? .... “podió” chamá-lo?’

- S’tou xim ...então diga...,ouve o Primeiro ..

- Sr Primeiro , está V Exª bem ...as meninas como estão ?... na quinta ao que sei -- bom ...olhe daqui é o ESTEBES....

- Ah sim ,,,claro ,eu conheço-o bem, claro ...o ESTEBES da Invicta ,o “dragãoi” ...olhe o seu programa de tácticas e estratégia ,entre dois copos , bem jeito me dá no conselho .

- Sr Primeiro ,desculpe , mas não é esse Estebes, é o da CP..(comissão politica , claro, o primeiro estava farto de o saber , pensava o Estebes de que...) ...recorda-se?

- Ah da CP ,estou a ver, estou a ver.... olhe, vem mesmo a calhar pois eu até vos queria comprar o vosso túnel do rossio para por na bestega , para juntar ao outro ;como sabe sou conhecido pelo fura túneis. Ó ESTEBES !...oh....carago isso beio mesmo a jeito, carago .... Porra p’rá política que já chateia

- Sr Primeiro , desculpe ,eu sou aquele...da Comixão Politica...

- Ora porra lá vem a política p’rá aqui chamada .Olhe que eu estava na sesta . Mas vá lá despache-se , avie-se, ..o que é quer?

- Ó meu primeiro : é que eu ouvi as palavras do outro chefe, aquele que foi seu Primeiro , e decretei : a césar o que de césar isto é, dei aos incompetentes o que é para incompetentes .E fiquei livre. A minha loja ficou vazia é uma cortelha de ex-incompetentes. A modos que queria ver se o nosso primeiro ,sabe como é, não demorava muito aquela nomeação que prometeu na terra do galo ...

- Ó carago..! .olhe camarada amigo ,os incompetentes vão-se e logo outros vêm. Nunca acaba tal praga . Tenho todas as vagas para incompetentes,esgotadas,hoje .

- Mas Primus inter- pares –isto vai deixá-lo de queques, pensou - não está a perceber ; eu o que quero é um lugar de competente...percebe...

- Oh amigo ,disso não tenho ,não gasto .

De incompetentes olhe :- talvez amanhã já haja ; é quase certo haver vaga , diz o “primus”

PI..PI...PI......pipipi---foi-se...


ALADINO